A Sócia Silenciosa

Não existe uma roda de conversa sequer onde não se ouça lamentações sobre o panorama político e econômico. Reclamações de todos os gêneros, alta de desemprego, aumento da violência, aumento dos impostos, redução nos investimentos, etc.

A indústria de cobrança também está passando por forte reestruturação, fato que alertamos em tempos anteriores.

Porém o momento é de se olhar para frente, aprender com as decisões incorretas no passado e corrigir os rumos futuros.

A maior oportunidade de se revelar luz é na escuridão. Qual o efeito de uma vela acesa em um lindo dia ensolarado? Seu poder estará ofuscado…

As empresas precisarão estar atentas as novas tendências, aos novos serviços e produtos que agreguem um valor real ao negócio. Mas é preciso ter cuidado e sabedoria para tal. Não adianta contratar um super produto ou serviço se não houver um ótimo alicerce para suportá-lo. Faz-se necessário parcimônia e bom senso para não seguir o impulso natural provocado pela propaganda.

Seria como construir uma casa alicerçada sobre a areia.

Caiu a chuva, vieram as enxurradas, sopraram os ventos e deram contra a casa, e ela caiu. E foi grande sua ruína!

Façam os seguintes questionamentos: A quem interessa a aquisição desse ou daquele serviço ou produto? Qual o real valor que se agregará a aquisição desse serviço ou produto? A empresa está preparada? Isso realmente atenderá as necessidades da minha empresa?

Existem ótimos produtos e serviços, mas é necessário estar atento as oportunidades.

Fonte: Manoel Adriano de Moraes, em 22.07.2015, para Linkedin, ainda atual em 05.02.2018.

2018-02-05T17:53:15-03:0005/02/2018|Crédito&Cobrança|Nenhum Comentário
Translate »