A evolução da cobrança

Vejo a evolução da cobrança, mas ainda vejo  empresas persistindo em erros básicos.

Antes a cobrança era feita como meio de penalizar, ridicularizar o cliente a ponto deste sentir-se envergonhado e pagar a sua dívida.

Hoje a cobrança segue Código de Defesa do Consumidor, onde o credor não pode expor o devedor ao ridículo. Mas será que as empresas seguem essa regra?

Há mais ou menos 2 meses recebo diariamente ligações de cobranças procurando por "Márcio";  já avisei várias vezes que não sou e que não conheço essa pessoa e ainda assim recebi uma ameaça da atendente de que "vai buscar o veículo desse cliente".

Existe alguns pontos a serem analisados com o que está acontecendo comigo. Já avisei algumas vezes que não conheço essa pessoa, o Marcio, tanto nos acionamentos de agente virtual, quanto dos atendimentos humanos e ainda assim as ligações persistem.

Será que o planejamento da empresa realiza curadoria das tabulações?

Essa atitude simples, teria economizado telefonia, SMS e aumentado tempo produtivo dos operadores.

Fonte: por Pedro Felipe , Account Manager Key Account na Akiva Software, para Linkedin em  27.04.2021.