conexão ótica

A Angola Cables esteve presente na edição 2019 do AfricaCom, que decorreu na Cidade do Cabo, África do Sul, 14 de Novembro de 2019. Durante o evento a Angola Cables e a Nokia apresentaram no evento a primeira conexão óptica directa entre  África e América do Norte.

O teste foi concluído com êxito num esforço colaborativo que visa disponibilizar uma rota transatlântica directa e de baixa latência de Luanda até Boca Raton, no Estado da Florida. O roteamento de fibra óptica entre Sangano-Angola e Boca Raton, em Miami-EUA,  completou o teste de aceitação final com sucesso.

Segundo Ângelo Gama (Administrador para área técnica, da Angola Cables), “Ao interconectar opticamente o MONET e o SACS (Sistema de Cabos do Atlântico Sul), a Angola Cables pode reduzir mais ainda a latência entre os provedores de conteúdo na América do Norte e os mercados de consumo de dados, que se encontram em ascensão a nível de crescimento em África”.

As latências registadas nesta rede mostram um desempenho aprimorado, com os roteamentos entre Luanda, Angola e Miami, Flórida, reduzido para 123,4ms, e entre Cape Town e Miami, para 162ms. Entre Joanesburgo e Miami, a latência foi reduzida para apenas 180ms.

Os operadores de backhaul, os Provedores de Serviços de Internet (ISP), as Redes de Distribuição de Conteúdos (CDN) e os usuários, particularmente da África Subsariana, podem beneficiar de latências amplamente aprimoradas nos roteamentos de tráfego existentes.

Fonte: por Guilherme Massala, para Menos Fios, em 15.11.2019.