Nota de R$ 200

A partir do fim de agosto, os brasileiros poderão circular com um novo tipo de cédula. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (29) a criação da nota de R$ 200,00.

A cédula terá como personagem o lobo-guará, espécie que ficou em terceiro lugar em uma pesquisa realizada pelo BC sobre quais animais em extinção deveriam ser representadas em novas cédulas. O anúncio foi feito pelo Banco Central (BC), que convocou uma entrevista coletiva para apresentar a nova nota.

A diretora de administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, disse que o lançamento da nova nota é uma forma de a instituição agir preventivamente para a possibilidade de aumento da demanda da população por papel moeda.

Segundo o BC, entre março e julho deste ano, um dos efeitos econômicos da pandemia de covid-19 foi o aumento de R$ 61 bilhões no entesouramento de moeda, ou seja, notas que deixaram de circular porque a população deixou o dinheiro em casa.

Em maio, O Banco Central (BC) antecipou o pedido de produção de cédulas, no valor de R$ 9 bilhões, para a Casa da Moeda. Essa produção já estava prevista na programação anual, mas a antecipação foi necessária para evitar a falta de cédulas. Desde o início da pandemia de covid-19, o BC observou que que há entesouramento do dinheiro no país.

De acordo com a diretora, não há falta de numerário no mercado, mas o BC entende que o momento é oportuno para o lançamento da nova cédula diante da possibilidade de aumento na demanda.

“Estamos vivendo neste momento um período de entesouramento, efeito derivado da pandemia. O Banco Central nesse momento não consegue precisar por quanto tempo os efeitos do entesouramento devem perdurar”, disse a diretora.

Em entrevista coletiva, Carolina também afirmou que a imagem da nota de R$ 200 ainda não está disponível porque está na fase final de testes de impressão. O lançamento está previsto para o final de agosto deste ano.

Segundo o BC, a tiragem em 2020 será de 450 milhões de unidades, equivalentes a R$ 90 bilhões.

A decisão foi tomada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que define como regras do sistema financeiro. Serão emitido 450 milhões de cédulas ainda neste ano.

As impressões custarão R $ 113,8 bilhões. Esse valor também reduziu a produção de 170 milhões de novas cédulas de R $ 100. O BC informou que não solicitou a confecção de mais cédulas até o fim do ano.

Como 450 milhões de notas de R $ 200, não entra uma vez na circulação. O BC deve observar uma demanda e introduzir uma nova cédula aos poucos.

Imagem ainda não será divulgada

A escolha do lobo-guará para ilustrar uma nova nota foi feita com base em uma pesquisa feita em 2001. O lobo-guará ficou com o terceiro lugar e, por isso, será utilizado na nota de R $ 200.

O BC não divulgou uma imagem da nova cédula por questões de segurança. Uma arte está em fase de teste e foi feita com base em fotografias de animais feitos pela equipe de autarquia.

Fonte: por Kelly Oliveira, para Agência Brasil em 19.05.2020 e editor Agência Brasil  em 29.07.2020