Cobrança Efetiva

Vamos ser sinceros? Ninguém gosta de ser cobrado. Seja pessoa física ou empresa, esse processo pode ser delicado, desgastante e até mesmo se estender por muito mais tempo que o esperado.

O fato é que existem maneiras de tornar os impactos positivos e sua estratégia de cobrança muito mais efetiva: ou seja, ela alcançando o seu objetivo real, a recuperação do valor devido.

A estratégia de cobrança deve ser pautada em empatia, com o objetivo de resolver o problema e manter o vínculo e a boa imagem com o devedor. Nesse sentido, algumas dicas podem ajudar:

  • Ter uma régua de cobrança bem estruturada

A régua de cobrança tem a ver com as formas e a periodicidade da cobrança. O antes, durante e depois do vencimento são importantes, mas cada momento é trabalhado com uma abordagem diferente.

Por isso é preciso definir muito bem como será esse processo, e ter pessoas empenhadas em fazer com que ele aconteça.

  • Consulte o histórico da dívida

Entender como o inadimplente chegou a esse momento é essencial para melhores resultados nas negociações. Entenda o histórico do cliente, se costuma pagar em dia, se costuma cumprir os prazos e outros detalhes.

A partir daí também é possível analisar as melhores ações e propostas a oferecer ao cliente.

  • Ofereça opções flexíveis

O que muitas empresas falham é na falta de flexibilidade. Afinal, ninguém gosta de dever, muitas vezes o cliente está passando por algum problema do qual não consegue efetuar o pagamento do valor completo, mas o parcial, sim.

Assim, analisar o histórico do cliente e verificar as opções pode ajudá-lo a quitar a dívida. Bom para quem receber e bom para quem paga!

  • Contratar uma empresa de cobrança

Muitas vezes, contratar uma empresa especializada em cobrança para cada etapa de sua régua, pode ser a melhor alternativa. Você ficará mais tranquilo e focará seus esforços em seu negócio, deixando as ações de cobrança com uma empresa qualificada, com pessoas preparadas e com conhecimento para trazer o resultado que você precisa.

Fonte: Por Jefferson Frauches Viana, para Linkedin em 19.02.2020  (“Como criar uma estratégia de cobrança efetiva”).