Desenvolvimento de Software – O Cone da Incerteza

O Cone da Incerteza é uma teoria bem conhecida que foi desenvolvida por Barry Boehm no início dos anos 1980. Este conceito foi introduzido no livro intitulado Software Engineering Economics.

O Cone de Incerteza diz respeito aos aspectos de incerteza na gestão de projetos e como eles evoluem ao longo do processo. Muitas vezes, quando um projeto está em seu início, é impossível prever com precisão como o trabalho vai progredir, as estimativas não podem ser precisamente previstas e, então, o projeto está sujeito às incertezas. Na medida em que o projeto se desenvolve, o conhecimento aumenta em várias áreas e mais detalhes podem ser obtidos permitindo que os envolvidos obtenham mais informações, portanto, diminuindo o nível geral de incerteza. Ele chega a 0% quando o risco contínuo foi contabilizado ou eliminado com estratégias de gestão de risco.

O encerramento do projeto deve envolver a eliminação desses riscos ou a transferência de responsabilidade da gestão desses riscos para um grupo dedicado à manutenção contínua do projeto. Este termo é frequentemente utilizado nos setores em que definições de negócios, definições técnicas ou o ambiente geral estão sujeitos a mudanças rápidas. Setores como o de desenvolvimento de software costumam usar esse termo. Embora possa ser referido por nomes diferentes, continua a ser um princípio central bem conhecido da engenharia de custos, que é uma prática de engenharia que gira em torno e é dedicada à gestão de custos do projeto.

A maioria dos ambientes avança a uma velocidade aceitável, gradual, o que significa que eles são tratados como passivos e as estratégias básicas de gerenciamento de projetos podem se concentrar na análise do ambiente e elaboração de um plano para compreendê-lo totalmente. Antes de um stakeholder investir totalmente no projeto, o nível de incerteza deve ser avaliado, permitindo que a perspectiva incerta ou risco seja adequadamente contida e conduzida. Neste cenário específico os riscos desconhecidos predominam, o que significa que a forma do cone não é pronunciada inicialmente.

A área de software é instável e imprevisível, o que significa que a pressão para diminuir os fatores de risco vem de dentro do setor, bem como do âmbito de projetos específicos. Gerentes de projetos individuais e sua equipe devem trabalhar efetivamente para a redução da incerteza dentro do projeto continuamente.

O Cone é delimitado juntando informações e a partir da discussão entre a equipe e o gerente de projeto e também pela ação decisiva que permite que as variações do projeto sejam removidas. Tomar uma ação decisiva com base em perspectivas e capacidades previamente planejadas, incluindo fatores que são internos e externos em relação ao projeto significa que a forma de cone vai continuar a mesma, mas se essas ações ou decisões mudarem a qualquer momento, o cone se modifica.

O Cone de Incerteza tem diversas aplicações dentro de vendas, RH, seleção de pessoal e investimentos. Essencialmente, ele descreve o fenômeno comum de incertezas do projeto diminuindo ao longo do período de duração do projeto. Ter o conhecimento de usar o Cone de Incerteza como parte de sua caixa de ferramentas de gerente de projeto – especialmente se você estiver envolvido em projetos de TI – é um recurso valioso que pode ser aprendido em muitos cursos de gerenciamento de projetos, tais como aqueles para a qualificação APMP. Neutralize o Cone de Incerteza usando o gerenciamento de risco que considera uma série de projeções, melhoria dos processos de projeção, atualização de um modelo de desenvolvimento e continuamente observe estas estimativas durante o ciclo de vida do projeto.

Autora: Michelle Symonds, Gerente de Projetos com certificação PRINCE2

Artigo publicado originalmente no site PM Hut

2017-12-14T10:26:15-03:0010/10/2017|Tecnologia|Nenhum Comentário
Translate »