A importância do setor de M.I.S. na rotina de uma empresa

Um questionamento pertinente que sempre me deparo é, do que se trata a área de M.I.S. da empresa, o que faz um profissional de M.I.S. e qual a sua função/importância dentro da rotina da empresa.

Este post é o início de uma série que tem a intenção de trocar as minhas recentes experiências como analista de M.I.S. do setor de qualidade. Também vale para uma contribuição mediante a falta de material relativo à área na internet.

M.I.S. nada mais é que uma abreviação do termo inglês “Management Information System”, que numa tradução literal pode ser lido como S.I.G. (Sistema de Informações Gerenciais ou Sistema de Informações de Gestão).

Aprendi na faculdade que dados que não se tornam informações não são de grande relevância para nenhum sistema, que dirá a uma empresa. Desta forma, o setor de M.I.S. tem papel de transformar os dados em informações para a empresa e todo o seu sistema.

O setor de M.I.S. na empresa, muitas vezes está ligado à uma rotina de alimentação dos demais setores com informações atualizadas, rotina essa que deve ser uma facilitadora na tomada de decisão destas áreas. Também está ligado aos profissionais de M.I.S. a criação de visões práticas e de fácil compreensão para que possam ser de valia nas ações tomadas dentro da empresa.

O setor está intrinsecamente ligado à uma diretoria ou setores de tomada de decisão de alto nível dentro da empresa, pois os mesmos partem dos insumos criados e apresentados pelo M.I.S. para as suas rotinas de gestão.

Uma tomada de decisão sem informações assertivas e de fácil acesso e visão, fatalmente fará de seu tomador um malabarista na corda bamba. O setor de M.I.S. está lá para ladrilhar um caminho menos tortuoso para esta decisão.

Um bom profissional de M.I.S. precisa estar atento às oportunidades nos dados colhidos, sempre buscando a melhoria da visão apresentada, bem como, necessita ser criativo na construção de novas ferramentas para a compreensão e auxílio nas ações dos setores da empresa.

Fonte: por Janilson Guilherme, para o Linkedin em 01.08.2016.

2018-08-07T15:19:56+00:0008/08/2018|Gestão|Nenhum Comentário
Translate »