Inovação e Criatividade: peças-chave para o Sucesso

A inovação e a criatividade são peças-chave para as empresas de qualquer porte, se o objetivo é conquistar o mercado ou manter o potencial competitivo e a sustentabilidade do seu negócio. Contar com um capital humano criativo que agrega valor ao negócio e gera crescimento de maneira extremamente significativa é bem desafiador e convenhamos, como desenvolve-los nesse sentido se do outro lado existe a pressão por resultados, o excesso de reuniões e compromissos, além das várias rotinas que tendem a sufocar a agenda e minar a energia de qualquer cristão?

Para responder essa pergunta, primeiro conheça os níveis da capacidade para inovação dentro de uma empresa.

Criatividade individual porque, afinal, criar ou gerar solução parte sempre de uma ideia individual, que posteriormente será retrabalhada e reformulada em grupo.

Criatividade em equipe refere-se ao desenvolvimento de ideias em grupo e a sistematização de opiniões divergentes em uma solução única. Estímulo ao pensamento coletivo, ampliando a visão da esfera individual para o conjunto.

(Crédito de Imagem: Depósito de Fotos)

Criatividade sistêmica que é a capacidade de inovação empresarial, quando a criatividade se torna parte integrante da cultura da empresa.

Com o movimento positivo da criatividade sistêmica, as práticas e estratégias para o envolvimento dos colaboradores e times precisam de esforço conjunto para, a partir daí, estabelecerem a inovação. Assim…

Crie canais de comunicação

Não são poucas as vezes em que colaboradores tem soluções e ideias extremamente valiosas para o negócio e acabam não encontrando oportunidade de expressá-las pela simples falta de um canal de comunicação eficiente. Mostre-se acessível e aberto, escute mais e crie um canal de comunicação dinâmico. Proponha reuniões de “brainstorming” uma ótima solução na busca por ideias inovadoras e criativas para projetos ou processos travados. Instale grupos de estudos para problemas ou assuntos relevantes ao negócio. Mas faça de maneira planejada e com um objetivo específico, caso contrário, poderá se resumir apenas em um grupo de pessoas falando ao mesmo tempo sobre questões que não levarão a lugar algum. Promova uma ligação mais direta e próxima entre os diversos setores da empresa, estimule as pessoas a se conhecerem e trocarem ideias entre si. Nesse sentido, possuir uma sala de jogos ou descanso e espaços destinados à convivência pode ajudar.

Feito isso, se abra à inovação e a qualquer tipo de ideia, mostre-se como uma pessoa que aceita e gosta de receber sugestões e soluções, e que vê com bons olhos as pessoas proativas, criativas e que se esforçam para “pensar fora da caixa”. Estar aberto à inovação, é tratar toda e qualquer proposta como bem-vinda. Por mais distante da realidade que possam parecer em um primeiro momento, jamais descarte ideias ou soluções apresentadas por seu time. Agradeça ao mentor da proposta por sua colaboração, explicando o porquê de não ser colocada em prática imediatamente. Nunca condene equívocos, estes são essenciais à criatividade na empresa. Entenda que errar é parte importante de todo o processo e que equívoco é, punir ou constranger quem errou na tentativa de inovar.

 

Por fim, dê autonomia. Essa atitude, além de aumentar a autoestima e a autoconfiança, estimula a criatividade e faz com que sua equipe se sinta reconhecida, motivada e valorizada.

Estimule a inovação. Não ignore essa tendência e aplique-a agora mesmo. Acredite, você terá resultados mais consistentes e muito antes do que imagina!

Excelente trabalho a todos!!!

Fonte: Daisy Blanco, para CollBusiness News, em 23.02.2018

2018-02-23T06:58:36+00:0023/02/2018|Capital Humano|Nenhum Comentário
Translate »