Luto: Museu Nacional do Rio de Janeiro destruído em incêndio

Museu Nacional do Rio de Janeiro (antes do incêndio)

Hoje o dia é de grande tristeza para os cariocas, brasileiros e amantes da cultura.

Ontem (02.09.2018) o Museu Nacional do Rio de Janeiro, na Quinta da Boa Vista, lambeu em chamas de cima a abaixo. Com o incêndio, perde-se um acervo de 20.000.000 de peças catalogadas, sobrando apenas o meteoro, que sobrevive a altas temperaturas.

Luzia

Mas o fóssil de Luzia, nunca mais poderá ser estudado e apreciado. Nem as belas peças colecionadas por D. Pedro II, nem o acervo que foi adquirido após o Império.

E assim nossa história foi consumida pelo fogo. Fruto do descaso, da irresponsabilidade e da ganância.

Incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro

O Museu Nacional precisava de míseros R$ 600.000,00 ano para sobreviver, verba menor que o salário de um ministro do STJ,ou de um gabinente de um deputado federal.

O BNDES tinha um projeto de revitalização, mas essas coisas no Brasil ficam no: “TINHA!”.

Enquanto isso, a a Lei Roaunet liberou para os projetos abaixo as seguintes verbas:

  1. Documentário que contará a história e a vida de José Dirceu – R$ 1.526.536,35;
  2. DVD de MC Guimê – R$ 516 mil;
  3. O Mundo Precisa de Poesia – Maria Bethânia – R$ 1,3 milhão;
  4. Turnê Luan Santana: Nosso Tempo é Hoje Parte II – R$ 4,1 milhões;
  5. Turnê Detonautas – R$ 1 milhão;
  6. Shows Cláudia Leitte – R$ 5,8 milhões;
  7. Filme Brizola, Tempos de Luta e exposição Um brasileiro chamado Brizola – R$ 1,9 milhão;
  8. Peppa Pig – R$ 1,7 milhão;
  9. Painel Artístico Club A São Paulo – R$ 5,7 milhões;
  10. Shrek, O Musical e Turnê – R$ 17,8 milhões;
  11. Cirque Du Soleil – R$ 9,4 milhões;
  12. Queermuseu – R$ 800 mil;
  13. Livro com fotos de Chico Buarque – R$ 414 mil;
  14. Museu Lula – 7,9 milhões

Depois dessa lista cabe uma observação: há de se ter critérios de distinção entre cultura e entretenimento, porque uma coisa não acompanha a outra necessariamente.

Vida que segue,  mais vazia para um povo de um País sem memória.

✩ 06.06.1818              ┼ 02.09.2018

Joseane Malize Pacheco e Luciano Basile Filho

2018-09-03T10:37:21+00:0003/09/2018|Notícias|Nenhum Comentário
Translate »