País fecha 2018 com saldo positivo de empregos formais

Esse foi o primeiro saldo positivo desde 2014, quando houve geração de 420,6 mil empregos formais
Dezembro de 2018 terminou com a criação líquida de 5.887 empregos com contrato intermitente e o fechamento de outras 2.266 vagas pelo sistema de jornada parcial – Marcello Casal/ Agência Brasil

O Brasil encerrou 2018 com saldo positivo de 529,5 mil empregos formais, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Esse foi o primeiro saldo positivo desde 2014, quando houve geração de 420,6 mil empregos formais.

De acordo com a secretaria, em dezembro, devido às características habituais do período para alguns setores, houve retração no mercado formal. A queda no mês ficou em 334,4 mil postos, resultado de 961,1 mil admissões e 1,2 milhão de desligamentos.

Trabalho intermitente termina dezembro com criação de 5.887 postos 

Dados do Caged também indicam que o último mês de 2018 terminou com a criação líquida de 5.887 empregos com contrato intermitente e o fechamento de outras 2.266 vagas pelo sistema de jornada parcial. As duas novas modalidades foram criadas pela Reforma Trabalhista.

De acordo com os dados do Ministério do Economia, o emprego intermitente registrou criação total de 8.968 postos ao mesmo tempo em que houve fechamento de 3.081 vagas.

Por setor, o comércio liderou no mês e registrou saldo positivo de 2.742 empregos intermitentes. Em seguida, aparecem serviços (1.556 empregos), construção civil (859 empregos) e a indústria da transformação (598 empregos).

O Caged informou ainda que houve 14.153 desligamentos por acordo no mês de dezembro.

Fonte: por “O Dia”em 23.01.2019

2019-01-24T13:57:03-03:0023/01/2019|Notícias|Nenhum Comentário
Translate »