Quais são as fintechs de antecipação de recebíveis?

Fintechs antecipam pagamentos a empresas enquanto oferecem maior rentabilidade aos investidores

Quando vende produtos ou serviços a prazo e precisa desse dinheiro que ainda não recebeu para investir ou pagar contas, um empresário pode recorrer à antecipação de recebíveis. Esse tipo de linha de crédito serve para acelerar a empresa financeiramente, viabilizando maior liquidez e otimizando seus recursos. É uma forma de obter o dinheiro por uma taxa de desconto muitas vezes menores do que os juros pagos em empréstimos ou do uso do rotativo do cartão de crédito ou do cheque especial.

Tradicionalmente, a antecipação de recebíveis é feita por instituições financeiras como bancos, factorings (empresas de fomento mercantil), fundos de investimentos em direitos creditórios (Fidc) e adquirentes de cartão de crédito como a Cielo, a Rede ou a GetNet. Os tipos de antecipação incluem cartão de crédito, cheques pré-datados e duplicatas.

Algumas fintechs de crédito estão inovando nesse mercado, usando tecnologia para agilizar a antecipação de recebíveis com o uso, por exemplo, de inteligência artificial. Com isso, os prazos para a liberação dos recebíveis se tornam mais rápidos, menos burocráticos e os clientes recebem um atendimento melhor e com maior transparência sobre as taxas cobradas às empresas.

Veja a lista de fintechs de antecipação de recebíveis:
Adianta

A fintech Adianta faz a antecipação de recebíveis para PMEs. A startup se responsabiliza pela cobrança do comprador e não cobra IOF. Foi criada em março de 2017 e no mesmo ano recebeu um aporte série A de R$ 5 milhões da Osher Tech, divisão de investimentos da Osher Investimentos e Participações.

Antecipa

Antecipa usa inteligência artificial para otimizar o mercado de antecipação de recebíveis. Fundada em 2016, a startup tem mais de 3 mil clientes e trabalha com empresas com faturamento acima de R$ 250 milhões.

Antecipa Fácil

Antecipa Fácil é uma fintech que antecipa recebíveis através de desconto de duplicatas. Na plataforma, o empresário participa de um leilão 100% online e pode escolher a melhor taxa para pagar pelo adiantamento. Ela foi considerada uma das 12 melhores startups do Brasil pelo Programa de Aceleração da InovAtiva, iniciativa do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e do Sebrae.

Broadfactor

Broadfactor é uma plataforma de factoring colaborativo, isto é, ela vende recebíveis de empresas clientes para factorings, securitizadoras e FIDCs. O usuário cadastra a empresa na plataforma e tem seu crédito analisado por um comitê. Se aprovado, ele recebe um limite operacional para antecipar seus recebíveis. Para usar o Broadfactor, há uma mensalidade de R$ 25 para abertura e manutenção de crédito junto aos parceiros e o desconto de um deságio estabelecido para as operações do cliente.

CRR

CRR Investimentos faz antecipação de recebíveis em pagamentos de cartão de crédito, cheques e duplicatas. Na plataforma é possível fazer cotação online, acompanhar as solicitações e as operações aprovadas.

Liber Capital

Liber Capital é uma fintech que conecta financiadores (fundos de investimentos, bancos, pessoas físicas, etc.) a empresas que precisam de antecipar recebíveis. Fundada em 2017, a startup operou cerca de R$ 20 milhões nos primeiros seis meses de empresa e receberam investimentos de Venture Capital para expansão em 2018.

Monkey

Monkey é uma fintech de Supply Chain Financeque conecta compradores, fornecedores e sponsors. Na plataforma da startup, o comprador pode buscar os melhores recebíveis do mercado, os fornecedores têm acesso às melhores condições de vendas e os sponsors podem fomentar a cadeia produtiva.

Quartilho

Quartilho é uma solução de Supply Chain Finance para grandes cadeiras produtivas. Na plataforma da fintech, o comprador cria seu programa de antecipação de recebíveis para negociar com sua cadeia de fornecedores.

Rapidoo

Rapidoo é uma empresa de factoring que permite a antecipação de recebíveis através do desconto de duplicatas para PMEs, cobrando pelo serviço uma taxa única. Fundada em 2016, a fintech recebeu em 2017 investimentos da Canary, da Funders Club e da Global Founders Capital.

Trusthub

Trusthub é uma plataforma que oferece desconto de duplicata para PMEs (ela também oferece empréstimos, conta de pagamento digital e outras soluções financeiras). As empresas clientes devem ter faturamento anual entre R$ 100 mil e R$ 30 milhões. A fintech aceita duplicatas com vencimento em até 60 dias e libera o crédito em até duas horas. As taxas de juros variam entre 2% e 6% e os créditos liberados são de, em média, R$ 50 mil, variando conforme os recebíveis da empresa.

WEEL

WEEL é uma fintech de factoring online voltado para PMEs. Com sede em Tel Aviv, Luxemburgo e no Brasil (em São Paulo), a fintech existe desde 2014. Segundo Russell Weiss, CRO (chief of risk officerem artigo publicado pelo Conexão Fintech, a startup conseguiu atingir neste ano taxa de inadimplência zero, levando em conta as multas por pagamentos em atraso.

Fonte: por Conexão Fintech, em 11.10.2018.

2018-10-11T13:25:25-03:0011/10/2018|Fintech|Nenhum Comentário
Translate »