Três comportamentos imprescindíveis para alavancar a Vida Financeira

Existe uma expectativa de comportamentos que contribuam com o desenvolvimento de uma vida financeira saudável, especialmente em tempos de crise. O desemprego, por exemplo, exige os que respondam a uma abordagem assertiva que levem à uma decisão embasada em qualidade de informação e registros objetivos e claros. Especialmente para tomada de decisões, essencialmente pela dificuldade em manter um padrão de vida que corresponda à atual conjuntura. 

São comportamentos que necessitam ser desenvolvidos ou potencializados para alavancar a vida financeira:

Ser disciplinado:

Este comportamento é fundamental para atingir objetivos que ajudem a ter uma boa reserva financeira, pois ajudará a poupar e a aplicar o dinheiro da melhor forma e fazê-lo trabalhar para a pessoa.

É necessário criar novos hábitos, mudar comportamentos, foco da educação financeira. Para tanto responder a perguntas, antes de realizar novos gastos, é essencial, tais como, “Eu quero mesmo determinado produtos ou Eu preciso dele ou Adquirir o produto/serviço está dentro ou além das conduções do momento?

Analisar as despesas e avaliar corte de gastos desnecessários são frutos de novos hábitos, otimizando os recursos ao evitar desperdícios.Quando estabelecidas metas e objetivos, dividindo-os em metas de curto, médio e longo prazo, evita comprar aquilo que está distante de atingi-los e dará força para dizer o NÃO!

Ser organizado:

É fato que tudo o que realizamos sem um planejamento prévio pode causar dor e sofrimento. Educar-se financeiramente exige ter um propósito, estabelecendo novas rotinas, por exemplo, gastar menos do que se recebe.

Ao anotar todos os gastos na data de sua ocorrência, assim como, quanto gastou e a forma de pagamento possibilitará controle e compreender como se utiliza o dinheiro.

Organizar-se impacta favoravelmente evitando situações de stress e desgastes que afastam a realização de ações que são fundamentais ao estabelecimento de metas.

“Ser organizado encurta caminhos e aproximam o objetivo dos resultados.”

Trata-se de um comportamento que pode ser aprendido.

Um passo fundamental é deixar de acreditar que fazer várias coisas ao mesmo tempo é sinal de eficácia. Começar a priorizar as tarefas conforme o grau de importância distribuindo prazos na sequência de sua execução é essencial.

Ser planejado:

O planejamento é uma ferramenta de gestão que auxilia na organização da receita e das despesas. O acompanhamento destas torna o futuro menos dependente da sorte. Quanto mais controlamos a vida financeira, maior o sucesso financeiro. Para o controle do maior número de variáveis, a identificação dos pontos de melhoria facilita a mudança de comportamento, pois identificamos nossos limites e amplitudes pessoais. Quando analisamos mensalmente os objetivos, criamos a possibilidade de corrigir a rota e direcionarmos para o resultado desejado.

Ao viver de acordo com o padrão de vida estabelecido, fruto do conhecimento das receitas e despesas e da análise de como gastamos, quanto e o porquê, deixamos de viver a partir do status quo deixando de viver de aparências, um dos aspectos favoráveis ao endividamento.

Assim, quanto mais convergirmos na direção da mudança de comportamentos que agregam valor a uma qualidade de vida desejada e a partir de um objetivo claro e objetivo, mais caminhamos na direção de uma vida financeira saudável e na realização de sonhos!

Logo Regina Alvares - CollBusiness

Fonte: por Regina Alvares*, para CollBusiness News em  10.08.2018

*Mentora, Educadora e Terapeuta Financeira.
Coach; Especialista em Comportamento Financeiro e Profissional.
Qualidade de Vida Sistêmica.

Skype: Regina Alvares
Instagram: regina_alvares
WhatsApp: (11) 97296-5265

2018-08-09T00:42:36-03:0010/08/2018|Gestão|Nenhum Comentário
Translate »