Uma única notícia fez a bitcoin e outras moedas despencarem até 20%

A bitcoin e outras criptomoedas podem ser o dinheiro do futuro e um investimento incrivelmente rentável no curto prazo, mas se você precisava de um lembrete de como esse mercado ainda é especulatório, ele aconteceu nesta semana, com um fato que causou a queda de 20% no valor de várias moedas do tipo.

O fato em questão aconteceu na China, que baniu a realização dos ICOs, sigla para “oferta inicial de moedas”. A prática se popularizou nos últimos tempos entre empresas com o objetivo de angariar fundos, com algumas similaridades ao IPO, em que a companhia abre seu capital e negocia seus papéis na bolsa de valores.

Na prática, o método envolve que o investidor vai dar algumas moedas, sejam elas bitcoins, sejam elas ethereum, em troca de tokens que podem ser comprados de volta pela empresa ou negociados. Se o projeto para o qual a companhia realizou o ICO, esses tokens podem se valorizar, proporcionando uma recuperação rápida do investimento.

A China, no entanto, viu irregularidades na prática, o que fez com que o Banco Central local agisse para bani-la. O governo observou que, em alguns dos casos, a oferta nada mais era do que golpe, muitas vezes funcionando como pirâmide financeira.

O resultado disso foi uma desvalorização súbita em praticamente todas as principais moedas, chegando a 20% de queda em alguns dos casos. Isso dito, o mercado já começou a apresentar, com um repique para a alta após a queda brusca. Desta forma, a bitcoin, por exemplo, acumula uma baixa de 4,78% na semana, valendo US$ 4.390, enquanto a ethereum acumula queda de 17,19% na semana, cotada atualmente em US$ 309.

RENATO SANTINO 05/09/2017 14H00 BITCOIN

2017-12-14T10:38:53-03:0006/09/2017|Mundo Digital|Nenhum Comentário
Translate »